Tales of Phantasia: Relembre um dos melhores RPGs já feito!


Desenvolvido a princípio para o Super Nintendo pela Wolf Team e publicado pela Namco, Tales of Phantasia teve diversos remakes, tendo versões para PSX, GBA e PSP, sendo essa última, uma versão modificada do original. Apesar de todas as versões, considero a versão para PSX a melhor por ter gráficos superiores a versão do Super Nintendo além da inclusão de animação, efeitos 3D nos golpes e batalhas. E logo ai já vem um “grande problema”. Não existe uma versão Americana para Tales of Phantasia no PSOne. Somente a versão de SNES foi “localizada”. Mas calma que uma equipe independente conseguiu traduzir o game completamente. E aqui mesmo você vai aprender como traduzir esse fantástico game.

enredo

Tales of Phantasia tem como personagem principal Cress Albane, filho de Miguel e Maria Albane. Seu pai, Miguel, possui uma academia de “espadachins” onde Cress também treina. Cress ainda tem um grande amigo chamado Chester que é um excelente arqueiro. Tudo lindo, tudo perfeito, típico cenário de joguinho meia boca? Errado!

Miguel, pai de Cress é um lendário Guerreiro que junto de outros 3 companheiros conseguiram aprisionar o terrível Dhaos. Conhecido como “Demon King”, Dhaos foi o Rei que iniciou a guerra entre Valhalla e Midgard. No entanto, conseguiram dete-lo. Mas não Miguel! Outro grupos de guerreiros… Isso por que Dhaos é um belo de um fela da póta e parece ter poderes de Orochi já que ele re-encarnou novamente e novamente foi derrotado e aprisionado, dessa vez por Miguel e seus amigos. No game, geralmente os filhos dos heróis que no passado aprisionaram Dhaos são as pessoas que irão tentar mais uma vez derrota-lo. A essência é essa mas nem todos os aventureiros são filhos dos 4 antigos heróis.

personagens

Klarth, Arche, Suzu, Cress, Mint e Chester

O Carisma dos personagens em Tales of Phantasia é simplesmente fantástico e cada personagem tem uma personalidade muito marcante, lembrando bastante o carisma de outros jogos como Chrono Trigger e até mesmo o anime Yu Yu Hakusho.

  • Cress – É o personagem principal, filho do guerreiro Miguel que no passado ajudou a aprisionar Dhaos. Cress no entanto não sabe que seu pai é um herói. Tem um bom caráter mas é meio “frouxo” ao tomar decisões no inicio do game.
  • Chester – É o arqueiro durão. Chester cuida de sua irmã sozinho em uma casa e é o melhor amigo de Cress. Chester é foda ao extremo e é como se fosse o irmão mais velho de Cress. Chester tem um enorme senso de justiça.
  • Mint – É uma Clériga boazinha e educada (filha de uma clériga que fazia parte do grupo de Miguel no aprisionamento de Dhaos). Mint tem uma personalidade dócil e gentil e ficará marcada na sua mente pelas palavras “pastor aido”
  • Klarth – Professor de Magia na cidade de Euclides, Klarth (Ou Claus) além de professor e profundo conhecedor das ciências obscuras, Klarth ainda é um summoner.
  • Arche – É a feiticeira meia elfa do Grupo. Faz o papel de “espivetada” e parece ter um amor bipolar com Chester.
  • Suzu – É uma ninja e neta de Ranzo. Sendo neta do mentor, Suzu sabe de suas futuras obrigações, e quando vê um grupo de ninjas renegados servindo Dhaos, decide ir atrás deles os impedindo que manchem a reputação do clã.

Ou seja, em um só game, nós temos um Guerreiro, um arqueiro, uma clériga, um mago/summoner, uma feiticeira e uma ninja. FO-DA!

sobrejogo

Tales of Phantasia começa com os 2 amigos Cress e Chester indo caçar em uma floresta próximo a Vila de Toltus. Só que algo terrível ocorre enquanto estavam ausentes, A Vila de Toltus é atacada por soldados ainda desconhecidos e tem todos os seus habitantes mortos. Nem mesmo crianças restaram. Miguel, pai de Cress morre já que um soldado usou Maria, sua esposa, como escudo humano impossibilitando uma investida de Miguel.

No ataque, a irmã mais nova de Chester também é morta brutalmente pelos soldados. Na versão de PSX (Ao qual eu recomendo), por conter diálogos  tudo isso fica ainda mais dramático já que a dublagem (Em japonês) foi muito bem feita.

Miguel, ainda agonizando pede para que Cress procure por seu tio. Cress tenta convecer Chester a ir com ele mas o mesmo diz não preferindo ficar em Toltus para enterrar todos os habitantes da vila de maneira digna, incluindo sua irmã, mas Chester diz que o encontrará com Cress depois de sepulta-los.

Cress então parte só para a cidade de Euclide onde seu tio está e o acolhe. E novamente, o inesperado ocorre. O próprio Tio de Cress o trai o entregando para os soldados (os mesmos que destruiram Toltus). O motivo foi uma ameça que fizeram a ele que caso não entregasse Cress, o mesmo que ocorreu em Toltus aconteceria em Euclid.

Mas por que tanto assédio em cima de Cress e sua família? Miguel, foi um dos heróis que selaram Dhaos, mas Morrison, o Líder daquele grupo fez uma mágia onde Dhaos só seria liberto caso fossem encontrada as “chaves”. Miguel ficou com uma das “chaves” que na verdade é um colar que foi dado a Cress no seu aniversário de 16 anos.

Como Cress foi preso, Mars, o líder dos soldados que atacaram Toltus ficou com a joia tendo uma peça importante na libertação de Dhaos.

NOTA: Aparentemente Mars está sendo manipulado mentalmente por alguem. Não estragarei a surpresa.

mecanica

O Game segue o já tradicional sistema de combate empregue em todos os games da série “Tales of” então, para a galera mais nova, pode achar o sistema foda mas algo já batido, só que o game já tinha esse sistema de combate em 1995 quando foi lançado para SNES. Na época, era Foda pra caraleo esse sistema de combate.

Para quem não conhece, diferente dos RPGs clássicos que as lutas eram feitas em turnos ou nos modernos que é tudo “ingame”, Tales of Phantasia vira bidimensional na hora das lutas. Com uma visão “Side-scroller” 2D. Além disso, não possui turnos e não basta somente apertar os botões ou escolher qual golpe irá desferir. Você precisa se aproximar do oponente em usar ataques utilizando comandos (Simples) como “pra trás + triangulo”. Além de por possuir esse sistema “aberto” de luta, faz com que o jogador consiga encaixar combos.

Como se não bastasse isso, o game na hora das lutas ainda é estratégico já que você controla os seus personagens podendo redirecioná-los para atacar exclusivamente um inimigo ou preferir a te dar cobertura, além de outros. As possibilidades são grandes. Além disso é possível escolher o posicionamento dos personagens na hora do combate. Muito útil para proteger personagens mais fracos como a Mint.

No jogo você ainda coleciona livros para fazer pratos culinários que lhe rendem os mais variados bônus.

-Traduzindo a ISO para Inglês (U)

  1. Clique aqui e faça download da Tradução
  2. Clique aqui e faça download do XDelta

Com a Tradução e o X Delta em mãos, você precisa também da (*.iso) do jogo em mãos. Vale lembrar que caso a ISO esteja com problemas a tradução NÃO IRÁ FUNCIONAR. Nesse caso, você precisará de uma ISO limpa.

Abra o XDelta. Em Patch, insira o caminho da tradução (Descompactada); Em Source File, insira o caminho onde está a ISO (Descompactada); Em Output File, escolha um lugar para salvar a ISO já traduzida. Feito isso, aperte Patch! Pronto, seu jogo está traduzido.

Caso ocorrar o erro xdelta3: target window checksum mismatch: XD3_INVALID_INPUT, siga as instruções abaixo:

O Erro acima se deve por conta de uma ISO corrompida ou pela sua ISO estar em um outro formato.

NOTA: Eu encontrei na internet uma ISO do Tales of Phantasia no formato (*.ecm). com o nome similar a Tales_of_Phantasia.bin.ecm.

Se você tentar aplicar a tradução com a iso desse jeito, o XDelta irá apresentar um erro e não funcionará. Caso renomeie retirando a extensão (*.ecm) deixando somente a (*.bin) TAMBÉM NÃO VAI FUNCIONAR. Você irá precisar converter a ISO de ECM para BIN. Para isso, você vai precisar do UNECM.

  1. Faça download do Pacote que contém o Unecm clicando aqui.
  2. Vá até o Menu Iniciar e digite “CMD” (Sem aspas) e em seguida clique em enter.
  3. Agora você terá que utilizar o comando “cd” para gerenciar os diretórios pelo Prompt. Similar ao que eu fiz abaixo, procure deixar os arquivos da iso e da tradução na área de trabalho para facilitar a escrita.

Digite:

  • cd desktop
  • unecm nome_da_iso.bin

Após a decodificação, seu jogo estará no formato (*BIN) pronto para ser traduzido. Qualquer dúvida, pergunte nos comentários!

conclusão

MINHA OPINIÃO: Eu joguei alguns jogos da série Tales of e de todos que testei, Tales of Phantasia (Apesar de datado) é o melhor disparado. É um clássico dos RPGs e sem dúvida, um dos melhores do gênero. Se você ai pequeno gafanhoto não jogou essa obra de arte, jogue! Não se intimide pelos gráficos datados. O Game vale muito a pena!

Saiba como jogar Tales of Phantasia e muitos outros jogos de PSOne no PC clicando aqui

4 Respostas para “Tales of Phantasia: Relembre um dos melhores RPGs já feito!

  1. Só um comentário amigável:

    Eu não lembrava do funcionamento do ecm, sua instrução foi valiosa, visto que aparentemente no momento não há nenhuma outra versão que não seja a .bin.ecm encontrável pelos… “meios normais”.

    • Existe caso você tenha o CD Original do Tales of Phantasia… no entanto, creio que esse CD original seja algo raro de se encontrar então as versões que vi “voando” pela internet são essas com extensões (*.ecm).

      A tradução é muito boa e funciona bem tanto no ePSXe quanto no próprio console, no entanto, se for para converter para EBOOT e jogar no PSP, não irá funcionar… mas existe uma outra tradução (Também 100% e muito boa) que funciona convertido para Eboot no PSP.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s