Gráficos X Diversão: “60%” de um game são gráficos?


Alguns podem não saber mas eu também frequento o Fórum GDH onde meu nick é -Uchiha-, eis que acompanhando um tópico do amigo Romulu Lacerda acabei tendo vontade de expor algumas opiniões generalistas e pessoal sobre o quão importante os gráficos hyperrealistas são em um jogo.

Toda a discussão gira em cima do CEO da Crytek que fez algumas afirmações das quais abordarei e grifarei a seguir:

FONTE: X360 Magazine

As pessoas dizem que gráficos não importam, mas jogue Crysis e me diga que não importam.

A questão é, qual é o exato tamanho da merda que Cevat Yerli falou? A primeira frase é completamente dispensável e poderia ser respondida como “Jogue Sword & Sworcery e me diga se importa”. A Nintendo está ai para provar que gráficos não importam tanto quanto a diversão.

Sempre o que importou foram gráficos direcionando a jogabilidade. Gráficos, sejam luzes ou sombras, te coloca sempre em um contexto emocional diferente e conduz a emoção, e a imersão é efetivamente o item número um que podemos usar para te ajudar a se convencer sobre um mundo”, falou o CEO.

Analisando sua segunda frase, Yerli parece não ter defecado pela boca e foi bem mais racional. Gráficos direcionados a Jogabilidade é realmente algo bem vindo. No entanto, no decorrer da segunda frase voltou a ser infeliz. Contexto emocional com o jogador você só consegue através de personagens carismáticos, boa trama, interação e VIDA. O personagem precisa transmitir vida ao jogador. Não me envolvi emocionalmente com Nomade, Alcatraz, Prophet ou Psycho a ponto de me importar se eles morrem ou não ou até mesmo chorar.

The Walking Dead, Ico, Shadow of the Colossus, Tomb Raider, Metal Gear Solid e Splinter Cell Conviction sim são exemplos de jogos que conseguiram me trazer emoções. O que ele se refere não é necessariamente emoções, e sim sensações. Iluminação, Sombra e etc podem te auxiliar a sentir mais medo, ou adrenalina mas nada realmente que me traga emoção ou um mundo mais atraente. Tudo isso só é possível através de um excelente script.

Quanto melhor os gráficos, melhor a física, melhor o design de som, melhor os ativos técnicos e valores de produção casados com a direção de arte. Fazer as coisas parecerem espetaculares e estilosas é 60% de um jogo”.

A terceira frase por si só já é uma aberração. O que tem haver melhores gráficos com melhor física? Alguém já jogou Ridge Racer Unbounded? O que tem haver gráficos com design de som? No entanto, sua última frase amenizou a asneira que o CEO falou. Fazer as coisas parecerem espetaculares e estilosas realmente é 60% de um jogo. No entanto, Espetacular não significa necessariamente gráfismo ultra realista. Jogos espetaculares e realistas podem ou não estar de mãos dadas.

Ideologia eu quero uma pra viver!

Claro que sendo o CEO da Crytek, é normal esse tipo de “venda” já que seus principais jogos (?) como Crysis são populares pelos gráficos Realistas e trazer a “Realidade” nos jogos para um outro nível. Otima forma de vender o seu peixe só que não.

Creio que a palavra “Gráficos” deveria ser substituída por “Conceito Artístico”. É Óbvio que seria espetacular jogar por exemplo, um Super Metroid com gráficos renovados como pode ser visto na Artwork do Orioto a seguir, no entanto, ainda hoje jogar Super Metroid (mesmo sem gráficos Realistas) é uma excelente pedida.

Quem já acompanha o blog a algum tempo pode reparar que na coluna “Primeira Vez” eu utilizo muito o termo “Teor artístico” e é exatamente disso que eu me refiro e que considero como terceira coisa mais importante em um game. Ai você me pergunta, mas então por que você tem uma GTX 550 ti? Como disse, eu gosto de bons gráficos, só acho que não deva ser prioridade em um game.

Gráficos realistas é um excelente chamariz para um game que PODE se transformar em uma completa decepção.

A questão é que na ilustração acima, vemos um trabalho artístico muito elevado e apesar de não ser realista, é impressionante. O problema, é que muitos gamers atuais querem CGs, gráficos realistas e impressionantes (Principalmente nos FPS) e óbvio que gráfico é algo que importa mas definitivamente não vem em primeiro lugar.

Edu, beleza mas os gráficos dessa Screen ai são bonitos! Não são reais mas são espetaculares! OK! eu concordo, então que tal você vir até aqui, fazer download de Sword & Sworcery e entender mais sobre como pixels podem se transformar em um excelente game e uma verdadeira obra de arte?

Enredo > Jogabilidade > Teor Artístico > Sonorização

6 Respostas para “Gráficos X Diversão: “60%” de um game são gráficos?

    • Eu não concordo a Amanda não concorda, o Sephiroth0 (luxetumbra) não concorda o Vittau não concorda… Apesar de eu ter escrito o texto, é uma opinião geral… ehhe ;D

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s